22 de abril de 2009

peça teatral evangelismo - Discipulado Caipira

Comédia onde casal caipira "resolve ser crente" e tenta se livrar de gestos e atitudes que não são comuns aos evangélicos.

Personagens: Seu João
Dona Maria
Menino
Tio Joaquim
Ambrosina
Missionários (1 ou 2)

Entra em cena João, Maria e o Menino, cantando.

Todos: - Quero que valorize o que ocê tem, ocê é... ocê é...
Maria: - A alegria está no coração...
Todos: - De quem já conhece a Jesus...a...a.
Menino: - a... atirei o pau no gato, to, to, mas o gato não morreu!

João dá um pescoção no Menino.

João: - Respeita as muisicas de crente!...Ára.. mais que diacho de músicas difícil de cantar sô!
Maria: - Nois somo crente agora uai! Temo que gosta das muisicas!
Menino: - Ára... mas eu num gosto dessas muisicas não!

João dá um pescoção no Menino.

João: - Cala essa boca fi do cabrungo! Se nois num cantar nois vamo pro inferno!

João e o Menino fazem o sinal da cruz.

Maria: - Oh! Meu Deus do céu! Nois num pode mais fazer o sirnal da cruz! Nois somo crente!
Menino?chorando – Ué! Num pode mais fazer o sirnal da cruz...mas pode me xingar de fi do cabrunga?
Maria: - Cala essa boca moleque mardito e vá se deita! Que já tá tarde pra minino tá acordado até essa hora!

Menino sai de cena.

João: - Agora que nois se convertemo pra igreja nossa vida vai mudar! Num é muié!

As luzes se apagam. Simulando uma falta de luz.

Maria: - Ára... Meu Deus... e agora? A luz foi se embora!
João: - Menino! Oh Menino! Trague já umas velas... pra modeagente alumiar aqui! Ande logo! Que eu já tou perdendo a paciência!
Maria: - João! Não faça isso! Nois num pode mais ascender vela! Vela é coisa de católico, nois somo crente!
João: - Mais que Diabo!
Maria: - Meu Jesus Cristo! João! Bata na boca homi! Nois num pode dizer o nome do tinhoso!
João: - Ave Maria Muié!
Maria: - Não diga Ave Maria João! Que é pecado! Desse jeito nois vamo pro inferno!
João: - Ave Maria! Mais o que eu digo intão diabos!

As luzes se ascendem. Menino entra correndo.

Maria: - Eu num sei!!
Menino: - Mãe! Mãe! A luz vortô!
Maria: - E o que ocê tá fazendo acordado uma hora dessa? Vá já pra cama!
Menino: - Discurpa eu mãe.

O Menino corre para sair de cena e se esbarra com o Tio Joaquim.

Menino: - Boa Noite Tio!
Maria: - Ô seu moleque danado! Tá fazendo o que ainda acordado?

O Menino sai de cena.

Joaquim: - Boas noites sô!
João- Joaquim meu compade! Como tá ocÊ?
Joaquim: - Trouxe aqui uma cachaça daquelas que ocê gosta! Dá boua!
João- Eita! Mas intão senta aí e vamo prozear um pouco! E por falar em cachaça, mas onde é que tá a sua muié Ambrosina?
Joaquim: - Ela tá vindo ai atrás. Tá tão travada que num se segura nas pernas.

Joaquim põe um garrafa na mesa e senta. Entra Ambrosina.

Ambrosina: - Oi compade!! Como tá ocê?
João: - E eu tou bem... mas num sei docê.
Ambrosina: - Lia minha comade!! Como tá ocê? Ocê aceita uma pinga? É da boua! Eita mais que hoje tou tinindo!
Maria: - João!!
João: - Ára muié! Que susto que ocê me deu!
Maria: - Que que ocê tá fazendo homi? Nois somo crente se esqueceu? Num podemo mais beber cachaça mais não! É pecado!
Joaquim: - Mas que diacho que sua muié tá falando João?
João- Ô Joaquim, é mesmo, eu entrei pra igreja. Agente somo crente agora.
Joaquim: - Mais João! Você acreditou na conversa desse povo? Crente é bicho ruim!
João- Não Homi! Você num sabe? O pastor disse que Deus vai mudar nossa vida. Se nois se convertesse, nosso dinheiro num ia acabar, nois num íamos mais adoecer, é coisa boa por demais!
Joaquim: - Mais oia! Eu num sabia disso não. Mais intão até eu vou virá crente sô! Esses crente deve de ser feliz por demais! O que que ocê acha minha veia Ambrosina?
Ambrosina- Oia Quinca... quer saber o que eu acho??...eles deve de tar tudo bebo..é..porque entrar pra lei de crente é coisa de doido!
Maria: - Mais João! O que que ocê tá dizendo pro compadre Joaquim? Ocê num ouvio o pastor falar? Deus num vai dar dinheiro pra nois não!
João: - A não?
Maria: - Não! É nois que temo que levar dinheiro pra igreja todo mês. É o dirzimo!
Ambrosina- Ára... mais e eu num disse pro cê Joaquim?... eles tão chei do mer..hehehehe...”ôqui!” que eu vô dar dinheiro pra crente!...deixar de comprar minha pinga?.. nem morta de cachaça!
Joaquim: - Sabe de uma? Dispois que vocês se converteram ceis tão tudo istranho. Lá ele! Que eu num quero ficar assim! Eu vou me embora que eu ganho mais. Tchau pro ceis.
João: - Inté compade.

Joaquim e Ambrosina saem de cena

João: - Ô muié, nois temo que chamar o missionário pra vir ensinar nois a ser crente. Porque a coisa tah feia.
Maria: - É mesmo João. Tá muito difícil. Amanhã eu dou um jeito de passar lá na igreja e falar com o missionário pra dar umas aulas pra nois.
João: - Intão vamo dormi...que me bateu um sono daqueles agora!

Todos saem
Entra em cena o Menino brincando
Logo depois entra 2 missionários

Missionário1 - Bom dia!
Menino: - dia!
Missionário2– Oi Menino! Como você se chama?
Menino: - Eu num me chamo não moça. É o povo que me chama.
Missionário2 – Intão como é que o povo lhe chama?
Menino: - Ah! Tem vez que o povo me chama: Ô menino! Ô moleque! Ô fi de um cabrunga! É assim.... só meu padim que as vez me chama de Francenildo...mas faz tempo que eu num vejo ele.
Missionário1 – Misericórdia Menino! Agente quer saber qual o seu nome!
Menino: - Meu nome é Menino mesmo ué.
Missionário2 – Tá bom, Tá bom. Agora vá e chame lá sua família. Diga que os missionários vieram dar o discipulado!
Menino: - Mas onde é que tá esses missionários? E que diacho que é esse tarl de discipulado uai?
Missionário1 – Somos nós! Nós somos os missionários! E discipulado é o alimento é o alimento espiritual.
Menino: - Ah sim! Intendi! Mãe! Pai! Vem já aqui fora que os missionários vieram trazer comida!!

Entra em cena o João, Maria, Joaquim e Ambrosina trazendo um monte de panelas.

Ambrosina – Oia... já truxe aqui as panela... pode encher!
Missionário2: - Vocês não entenderam. Nós somos missionários da igreja. Viemos trazer o alimento espiritual. A palavra de Deus.
João – Ára... mas que diacho de comida eh essa sô?
Maria: - Não João! Eles são da igreja! Vieram ensinar nois!
Joaquim – Ára... pensei que era comida. Tava com uma fome aretada! Vamo simbora minha veia!

Joaquim e Ambrosina caminham para sair, mas um dos missionários o chama

Missionário1: - Espere moço! Venha ouvir a palavra de Deus! Você também precisa aprender!
Joaquim – FazÊ o que neh. O que é que nois tem que aprender?
Menino: - Eu num quero aprender nada não mãe!

João dá um pescoção no Menino.

João – Se aquiete Menino! E vá já buscar umas cadeiras pra nois senta! Que eu quero ouvir o que eles tem pra dizer.

Menino traz algumas cadeiras e todos sentam
Os missionários esclarecem todas as dúvidas dos caipiras
E todos viveram felizes.

FIM

3 comentários:

  1. Caramba, que história de caipiras bacana! Adorei, ta maravilhosa!
    iiirrruuuu
    até peguei pra minha equipe apresentar la na congregação!
    A equipe JUSCA vai ganhar apresentando essa peça!
    brigada gente adorei!
    (Jovens Unidos Seguindo a Cristo Apascentando)

    ResponderExcluir
  2. essa peça e legal de mas homi adorei de mas isso que e peça

    ResponderExcluir
  3. FNTASTICA ESTA PEÇA E BEM DIFERENTE AMEIIIIIIIIII........

    ResponderExcluir

aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna.
João 4:14

E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
Apocalipse 22:17
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

***

whos.amung.us